ABRINDO O FORNO

Este blog nasceu da vontade das primas Ana Sol e Camila Ramos de escrever e recomendar aqueles pratos imperdíveis que fazem parte da culinária dos lugares onde elas moram e visitam. Ana está radicada no Rio de Janeiro, é produtora executiva e viaja bastante a trabalho.

Camila nasceu e morou em Osasco/SP, até metade deste ano, uma das maiores metrópoles do país, onde se come muito bem. Hoje, separadas geograficamente (Camila foi embora pra Palmas/TO) e unidas pelo prazer de conhecer a gastronomia do mundo, elas pretendem focar no prato em vez de se derreter em elogios ao chef ou comentar o preço. O atendimento ganhou nota dez? O prato rende para duas pessoas? Inclui algum ingrediente divino? Tudo o que acrescentar na avaliação afetiva e tornar especial aquela passagem pelo endereço estará nas postagens desse blog.

Prepare os talheres e saboreie as dicas das meninas!

 

Monica Ramalho,
Jornalista, escritora e boa de garfo

Cereja do bolo

Obrigada ao Amici e à Renata Cruz – que abriram as portas pra gente e permitiram que começássemos com o pé direito; à Nina Quintana – que tanto acreditou no nosso projeto desde o início, se empolgou e desenvolveu nosso site e toda a ideia de conteúdo; à Larissa Quintana – nossa criadora da (estilosíssima) logomarca e nossos cartões lindos de morrer; à Norma (irmã da Ana Sol) que numa noite de brainstorming, felizmente deixou escapar o nome desse projeto: “Morda de Inveja”; à Monica Ramalho por acreditar e se dispor, sempre escrevendo os textos mais belos e poéticos; a todos os amigos da Camila que ao contar o plano, se entusiasmavam junto com ela; ao Rodrigo (namorado da Camila) que vibra a cada descoberta, a cada foto e acredita piamente na nossa linda intenção, que é levar pra vocês o que provamos e achamos de melhor por aí, e finalmente às amigas de sempre, que colaboraram diretamente com o nascimento do Morda: Dani Arruda, Cris Adiala e Michelle Alonso. Sintam-se todos mordidos!

De Ana para Camila: a ideia foi sua prima, e eu comprei mesmo. Aqui estamos nós, vamos nos divertir?

De Camila para Ana: sim, o cérebro foi meu, mas o coração é seu! Obrigada por ter comprado e obrigada pela dedicação. Nos divertir? Só se for agora!